CRO e MPF firmam termos de cooperação técnica

Cooperação reforça fiscalizações do Conselho e trâmite de documentos entre as instituições

O Conselho Regional de Odontologia do Amapá (CRO-AP) assinou na quarta-feira, 9 de agosto, dois termos de cooperação técnica com o Ministério Público Federal (MPF). Os documentos foram assinados pelo presidente da entidade, Nazareno Ávila, e o Procurador Chefe do MPF no Amapá, Dr Everton Aguiar.
O primeiro termo reforça ainda mais as fiscalizações do CRO tentando coibir o exercício ilegal na odontologia. “Nos assuntos convergentes, esta cooperação vai possibilitar, a partir de agora, que um órgão possa assessorar o outro dentro de suas competências. A iniciativa preenche uma lacuna necessária, possibilitando o combate ao exercício ilegal da profissão que pode causar graves consequências à sociedade”, explicou Nazareno.
Já o segundo termo oficializou a tramitação de documentos entre ambos os órgãos via e-mail. “Isso agiliza os procedimentos e adequa nosso Conselho ao que está sendo implantado cada vez mais na administração pública”, ressaltou Nazareno.

.

Compartilhe: