Amapá compõe Frente Parlamentar da Odontologia

Grupo foi lançado na quarta-feira (8), na Câmara dos Deputados

Resultado de esforços e mobilização do Conselho Federal de Odontologia (CFO), com apoio dos conselhos regionais, a Frente Parlamentar da Odontologia foi lançada oficialmente nesta quarta-feira, dia 8, na Câmara dos Deputados, em Brasília. 

Para o presidente do CFO, Juliano do Vale, a Frente reforça a defesa dos interesses e ampliar a representatividade da odontologia e de seus profissionais no Congresso. “A Frente Parlamentar vai ser um instrumento fundamental de aproximação da classe odontológica com os parlamentares e com o poder público, na busca de avanços e conquistas para todos. É um momento muito especial para todos nós”, disse o presidente do CFO.

Classificada na Câmara como uma entidade civil de interesse público, de natureza política, suprapartidária, sem fins lucrativos e de âmbito nacional, a Frente Parlamentar da Odontologia foi criada com apoio de 336 deputados federais de vários Estados. A presidência ficará a cargo de Carlos Henrique Gaguim (Podemos-TO), que se mobilizou pessoalmente por assinaturas que garantiram a criação do FPO. a Comissão conta, ainda, com a participação de outros quatro integrantes: Alberto Fernandes Moreira (CRO-RJ), Luiz Carlos Basílio Paes (CRO-AC), Moizés Pereira dos Santos (CRO-AP) e Sérgio de Sá Pires (CRO-PI).

Conforme o estatuto, a Frente tem objetivo de apoiar e defender os ideais dos cirurgiões dentistas e da odontologia, representados pelos profissionais, pelos conselhos federal e regionais, representações sindicais e instituições civis da categoria.

Paralelamente à mobilização pela oficialização da Frente, o Conselho Federal de Odontologia busca conscientizar os conselhos regionais para obter novas adesões. “Os conselhos regionais e até mesmo os profissionais da odontologia devem atuar, em seus Estados, na busca por ampliarmos ainda mais a representatividade da Frente Parlamentar. Orientamos que procurem os deputados dos Estados para que participem conosco. Assim, estaremos ainda mais fortes e melhores representados nas discussões sobre leis e temas relevantes para a odontologia e saúde num todo”, declarou Juliano do Vale.

.

Compartilhe: